Casa e Imóveis  |  Compras  |  Divirta-se  |  Educação e Cultura  |  Gastronomia e Mercado  |  Gente e Negócios  |  
Geral  |  Mídia e Marketing  |  Moda e Beleza  |  Turismo  |  Vida e Saúde  |  

  Vida e Saúde

Labirintite provoca tontura vertiginosa intensa, vômitos e é necessário a hospitalização imediata do paciente
[25-04-2012]

A labirintite é uma inflamação de um nervo do crânio chamado de oitavo nervo verstibular, responsável pela audição e o equilíbrio do corpo. A doença pode ser provocada por inflamação do nervo, infecção por vírus, ou por doenças neurológicas e alterações genéticas. "As pessoas confundem sensação rotatória, falta de equilíbrio neurológico e tontura com a labirintite", destaca o neurologista do Hospital Nossa Senhora das Graças, Paulo Rogério M. Bittencourt.

As doenças do labirinto são raras, muito graves e provocam tontura vertiginosa intensa, vômitos sensação rotatória e incapacidade para andar por falta de equilíbrio. "Normamente esses pacientes precisam ser hospitalizados para receber medicações injetáveis e hidratação", explica o Dr. Cleverson de Macedo Gracia, neurologista do HNSG.

A tontura, segundo o Dr. Cleverson, não é sinal de labirintite, mas pode ser sintoma de ansiedade e depressão. "O paciente fica com medo de cair ou de sair de casa sozinho, causando problemas na vida social", explica o médico.

Para definir o diagnóstico da causa da tontura é necessário analisar qual o tipo de tontura que o paciente apresenta, como por exemplo, sensação rotatória, desequilíbrio do corpo ou sensação de desmaio. "Um bom exame clínico separa as tonturas simples das doenças de labirinto ou das doenças neurológicas que causam sintomas semelhantes", ressalta o médico.

Segundo o Dr. Bittencourt a doença de Mal de Parkinson também pode começar com estes sintomas. "Porém, apenas o exame de ressonância magnética do crânio pode definir se há uma doença mais grave", destaca o neurologista.

A tontura é mais comum entre as mulheres na meia-idade. Porém, pode ocorrer na juventude devido ao excesso de contratura da musculatura do pescoço e da coluna. "O tratamento pode ser feito com alongamentos com pouco impacto e manter boa saúde e bom estado físico", afirma o médico.

Já a labirintite é necessário ficar em repouso por 30 dias e permanecer deitado nesse perído. "O médico indicará qual medicação adequada para o paciente, como: medicação para vômitos, hidratação, sedativos, corticoides ou antivertiginosos", ressalta o Dr. Cleverson.






Evento em Gramado discute tratamentos para queimaduras
[24-10-2014]
Lipoaspiração ou abdominoplastia: qual o melhor procedimento para ficar com a ‘barriga negativa’?
[24-10-2014]
Nicole Baldwin encerra o Outubro Rosa do Classic Sunday Curitiba
[24-10-2014]
VITA Curitiba inaugura serviço de oncologia com sessão de autógrafos do livro "Vencer o Câncer"
[23-10-2014]
20% dos pacientes submetidos à Cirurgia bariátrica podem voltar a ganhar peso
[23-10-2014]
Redes sociais podem ser aliadas no combate ao câncer infantojuvenil
[23-10-2014]
Projeto verão exige cuidados
[23-10-2014]
Quais são os problemas causados pelos óculos piratas
[23-10-2014]
Projeto paranaense luta pelo diagnóstico precoce de síndrome
[23-10-2014]
A importância da saliva para a saúde bucal
[23-10-2014]

| 1 | 2 | 3 | 4 | 9 | 10 | Próxima >> Mais 5

Fale Conosco  |   Anuncie no Paranashop  |   Login  |   RSS / Newsletter