Casa e Imóveis  |  Compras  |  Divirta-se  |  Educação e Cultura  |  Gastronomia e Mercado  |  Gente e Negócios  |  
Geral  |  Mídia e Marketing  |  Moda e Beleza  |  Turismo  |  Vida e Saúde  |  

  Gente e Negócios

CREA pede construção de ferrovia entre Campo Mourão e Paranaguá
[26-03-2012]

Representantes do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná (CREA-PR), Associação Regional dos Engenheiros e Arquitetos de Campo Mourão e Associação dos Engenheiros Agrônomos de Campo Mourão, entregaram, na manhã desta sexta-feira (23), ao presidente da Ferroeste, Maurício Querino Theodoro, um Estudo Básico de Desenvolvimento Regional (EBDR), realizado pelas entidades em 2011.

O trabalho foca a importância da construção de uma ferrovia que ajude o escoamento da produção agrícola de Campo Mourão para Paranaguá. “Temos a maior cooperativa agroindustrial do mundo, que é a Coamo, e uma grande produção em toda a região. No entanto sofremos uma forte limitação, que é o escoamento. As estradas não são duplicadas e não há outros meios de transporte alternativos”, fala o presidente da Associação Regional dos Engenheiros e Arquitetos de Campo Mourão, Engenheiro Júlio César Teixeira Campanha.

O EBDR enfatiza o fato do transporte  ferroviário apresentar diversas vantagens em relação ao rodoviária, como a redução do custo do transporte entre os portos e as unidades produtoras do interior do país. “O Brasil precisará fazer este investimento para reduzir cada vez mais o custo com transporte, permitindo, assim, que suas mercadorias tenham preços mais competitivos no mercado internacional”, ressalta Campanha.

“Há um grande potencial para os produtores locais aumentarem a exportação”, diz Campanha, lembrando que o setor produtivo primário será diretamente beneficiado, assim como toda a economia das cidades próximas, uma vez que a agricultura é a principal geradora de renda na região.

Ferrovia Norte- Sul

Conforme Campanha, o Governo Federal lançou recentemente um edital de licitação de Estudo de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental (EVTEA) para construção da ferrovia Norte Sul, que ligaria os extremos do Brasil. Inicialmente a região de Campo Mourão seria contemplada.

Conforme Campanha, o projeto possui o apoio da Ferreoeste. “O diretor presidente da Ferroeste concordou com nosso EBDR, pois o potencial de mercado dos produtores locais e da COAMO é interessante para a Ferroeste”, disse.

O CREA-PR, Associação Regional dos Engenheiros e Arquitetos de Campo Mourão e Associação dos Engenheiros Agrônomos de Campo Mourão buscam apoio político e empresarial para a consolidação desses planos. “A mobilização é no sentido de incentivar os deputados a conseguirem a liberação de uma parte das obras, que já possui projeto para a Ferroeste, ligando Cascavel até o Mato Grosso do Sul, e viabilizar o projeto da Ferrovia ligando Campo Mourão até Laranjeiras do Sul, bem como a ligação de Guarapuava até o porto de Paranaguá”, explica.






Hospital Santa Cruz entre as 500 maiores empresa do Sul
[19-09-2014]
Marcos comemora 1º ano da única loja do Verdão fora de SP
[19-09-2014]
Evento em Londrina discutirá as soluções em nuvem
[19-09-2014]
Evento esportivo interdita parcialmente a PR-508 neste domingo
[19-09-2014]
Ferroeste está entre as 500 Maiores do Sul do país
[19-09-2014]
Instituto Renault, Sesi e Ecovia promovem II Open Fórum Trânsito e Transformação
[19-09-2014]
Junior Durski é o palestrante de setembro do Circuito Mercosul Empresarial
[19-09-2014]
"Crowdsourcing: o poder avassalador da coletividade" é tema de debate em Curitiba
[19-09-2014]
Grupo Croquis Urbanos se reúne no Centro Europeu
[19-09-2014]
Termina hoje à meia-noite o Feirão Limpa Nome Online Empresas da Serasa Experian
[19-09-2014]

| 1 | 2 | 3 | 4 | 9 | 10 | Próxima >> Mais 5

Fale Conosco  |   Anuncie no Paranashop  |   Login  |   RSS / Newsletter