Casa e Imóveis  |  Compras  |  Divirta-se  |  Educação e Cultura  |  Gastronomia e Mercado  |  Gente e Negócios  |  
Geral  |  Mídia e Marketing  |  Moda e Beleza  |  Turismo  |  Vida e Saúde  |  

  Vida e Saúde

Os perigos por trás do piercing bucal
[26-03-2012]

O uso de piercing na boca é cada vez mais frequente entre os jovens, o adereço já pode ser visto em diversos locais como, língua, lábios e bochecha. Porém, o que poucos adeptos sabem é que a peça pode causar sérios danos tanto nos dentes como na gengiva, língua e ossos do sistema bucal.

A cirurgiã-dentista Gisele Bortoli Rauli explica que em muitos casos a joia pode causar infecções que desencadearam no surgimento de doenças. “Ao contrário da nossa pele, a mucosa bucal é bastante sensível e mais propícia à proliferação de bactérias. Esses organismos podem utilizar a perfuração do piercing como porta de entrada para inflamações e outros males”, diz. 

Segundo a especialista em alguns pacientes a perda do dente é inevitável, devido ao atrito na região ou trama na hora da mastigação. “Se o dente já foi comprometido pelo excesso de desgaste, não tem muito a ser feito. A extração acaba sendo a única opção. Mas é também comum casos de separação dos dentes, retração da gengiva e alteração na dicção”, afirma Gisele.

Além disso, em algumas situações o piercing pode começar a interferir na oclusão dental, causando problemas na mordida e no alinhamento dos dentes. “Nos casos em que a pessoa coloca o objeto no lábio ou na bochecha, ela pode começar a morder a parte interna da boca ou, então, o contato contínuo poderá causar lesões no local. Instintivamente vai alterar a mastigação, o que poderá desencadear uma má oclusão dentária”, explica. 

A recomendação da especialista para quem já possui piercing e não quer abrir mão do acessório, é que o paciente deve manter uma boa higiene bucal, fazendo uma limpeza diária da região. “Nesse caso, deve-se retirar a joia e limpar o local onde está o furo, e também utilizar antisséptico bucal para uma limpeza mais profunda. Além disso, fazer consultas frequentes ao dentista”, aconselha.

No entanto, se o paciente está com planos de colocar um piercing, Gisele sugere a procura por um local apropriado, que possua certificação sanitária e que tenha boas recomendações. “O ideal é sempre olhar o estúdio antes de fazer o piercing. Nessa visita já será possível avaliar se o local é limpo, se os instrumentos e objetos de manuseio são esterilizados, bem como os brincos”, orienta.

Perfil do Consultório Sorriso Novo

O consultório Sorriso Novo atua há mais de 20 anos na área odontológica. Possui profissionais especializados em tratamentos de ortodontia, endodontia, clínica geral, restaurações, próteses, periodontia e implantes. A equipe é liderada por: Gisele de Bortolli Rauli especialista em endodontia; Cristiane Saievicz Andraus especialista em Ortodontia e Ortopedia Facial. Mais informações pelo telefone (41) 3243-7736 ou pelo site www.sorrisonovo.odo.br 






McDonald’s incentiva prática de esporte entre as funcionárias
[30-09-2014]
Hospital São Vicente apresenta programação especial para o Outubro Rosa
[30-09-2014]
Primeiro consenso aponta os benefícios do DHA durante gestação, lactação e infância
[30-09-2014]
Alergia nos olhos: como identificá-la e tratá-la
[30-09-2014]
Comemoração Asilo São Vicente de Paulo
[30-09-2014]
Shopping Curitiba e Make-A-Wish® Brasil realizam sonhos infantis no Dia das Crianças
[30-09-2014]
Começa nessa Quinta (2/10) a Feira Vivercom, voltada à saúde e qualidade de vida
[30-09-2014]
Ainda dá tempo de se preparar para o verão
[30-09-2014]
Pesquisa do Frischmann Aisengart revela dados sobre AIDS na terceira idade
[30-09-2014]
Dia do idoso é celebrado no dia 1º de outubro
[30-09-2014]

| 1 | 2 | 3 | 4 | 9 | 10 | Próxima >> Mais 5

Fale Conosco  |   Anuncie no Paranashop  |   Login  |   RSS / Newsletter